Sexta-feira, 2 de Fevereiro de 2007

Terror de tudo


Pelos campos do Alentejo os cavalos lançam vento o pó que os seus casacos levantam. Em cada pedra o perigo pode esconder-se, ter as caras todas da imaginação e do medo. Pelos caminhos ásperos deste imenso território que te é desconhecido iras procurar o nome e o rasto de Geraldo. Geraldo, terror de moiros, de cristãos e de ti próprio. Confessa-o.


tags:
PensarCusta às 00:20
Link | sobre isto tenho a dizer que

©

-

-

Apresentação

Explico-me

manifesto

pesquisar custa

 

Pensar Passado

How i feel:

Friendster




Site Meter
Add to Google