Domingo, 3 de Dezembro de 2006

Também chove na minha cidade inventada


Chove na rua e no mundo como se o céu fosse um mar suspenso que por goteiras inúmeras se escoasse intérmito, há cheias por toda a parte, destruições, mas este livrinho irá dizer como uma alma de mulher se lançou na generosa cruzada de chamar á atenção o espírito a quem ideias perigosas tinham perturbado.


tags:
PensarCusta às 00:29
Link | sobre isto tenho a dizer que

©

-

-

Apresentação

Explico-me

manifesto

pesquisar custa

 

Pensar Passado

How i feel:

Friendster




Site Meter
Add to Google