Quarta-feira, 7 de Fevereiro de 2007

A vida a náusea:

E Estellla vem no mundo da imaginação. Ela toda ela húmida, contorce-se por não ter descanso do seu próprio prazer. _ai.

 

Enrolo um cigarro, acendo-o, e estendo-me em cima da cama com um casaco a tapar-me as pernas. Estou surpreendida por me sentir tão triste e cansada. está muito escuro já, e nem sei ao certo se o cigarro esta acesso. Passa um eléctrico. Clarão vermelho no tecto. Depois um carro pesado faz tremer a casa. Devem ser já seis horas. Sempre vivi cercado das minhas histórias e das dos outros. Do ar que todos respiram...

 

tags:
PensarCusta às 18:43
Link | sobre isto tenho a dizer que

©

-

-

Apresentação

Explico-me

manifesto

pesquisar custa

 

Pensar Passado

How i feel:

Friendster




Site Meter
Add to Google