Domingo, 3 de Dezembro de 2006

in Ilídia


Olhando sombriamente
o ágil Aquiles respondeu
não posso perdoar-te
tal como não há juras honradas
entre homens e leões
não pode haver afeição entre nós
um de nós tem de cair
e com o seu sangue saciar Ares
o Deus que luta
protegido pelo o escudo da verdade
recorre a toda a tua bravura
pois agora, mais do que nunca
dependerás da tua lança
e audácia de guerreiro
não poderás evadir-te
pagaras duma só vez
por toda a dor do mundo
que causaste com a fúria
da tua lança

in ilídia

tags:
PensarCusta às 02:00
Link | sobre isto tenho a dizer que

©

-

-

Apresentação

Explico-me

manifesto

pesquisar custa

 

Pensar Passado

How i feel:

Friendster




Add to Google